Dicas de Uso

O que levar no estojo


Montar um estojo de primeiros socorros não é uma tarefa trivial, e deve ser olhada com muito cuidado por aqueles que costumam fazer atividades ao ar livre. Afinal, ninguém está livre de uma situação de emergência e é fundamental estar minimamente preparado para ela. De uma forma geral, o kit a ser levado na mochila deve conter: instrumentos, material para curativo, anti-sépticos e alguns medicamentos.

É importante entender que cada pessoa deve montar o seu próprio kit, especialmente no item medicamentos. Uma pessoa pode usar dipirona (novalgina) para dor de cabeça, por exemplo, sem nenhum problema, enquanto outra pode ser alérgica e ter problemas sérios com este medicamento. E isto vale também para antiinflamatórios, antialérgicos etc. Por isso não dá para unificar, cada kit é pessoal e intransferível. Se um dia você passar por uma situação em que um amigo precise de um medicamento seu, não o medique antes de ter certeza se ele já usou sem problemas o medicamento em questão. Além dos medicamentos mais comuns, o kit também deve conter os medicamentos de uso particular, principalmente no caso de pessoas com doenças crônicas.

Como o próprio nome diz, a idéia é oferecer os “primeiros socorros” para que a vítima siga o melhor possível aos cuidados adequados de um especialista. Por isso, lembramos também que é fundamental saber usar corretamente o conteúdo do estojo. Para saber mais sobre primeiros socorros em trilhas clique aqui. Você também pode se informar mais sobre o assunto na internet, em alguns sites sobre o tema.

O que levar no estojo de primeiros socorros

Veja abaixo uma lista com sugestões para um estojo de primeiros socorros. Lembre-se que esta lista serve apenas como uma referência de itens que podem estar neste estojo, mas cada pessoa deve adaptá-la às suas necessidades.

Instrumentos

  • termômetro
  • tesoura
  • pinça

Material para curativo

  • gaze esterilizada – absorvem sangue de ferimentos e limpam sem deixar os fiapos como o algodão.
  • esparadrapo – use para impedir que a sujeira infeccione feridas. Curativos em bolhas devem ser fixados com esparadrapo para que não se desloquem com o atrito.
  • ataduras de crepon
  • ataduras de gaze
  • caixa de curativo adesivo (band-aid)

Anti-sépticos

  • água oxigenada, 10 volumes
  • pomada cicatrizante (ex: sulfato de neomicina mais bacitracina, que é o genérico do nebacetin)

Medicamentos

  • analgésicos em gotas e em comprimidos
  • antiespasmódicos em gotas e em comprimidos
  • anti-histamínico
  • antiinflamatório de uso oral
  • gel antiinflamatório
  • colírio neutro
  • soro fisiológico
  • medicamento para enjôo
  • pomada contra queimaduras e picadas de insetos

Outros itens complementares

  • luvas descartáveis
  • conta-gotas
  • copos de papel
  • agulhas (para furar bolhas ou retirar espinhos, por exemplo) e seringas descartáveis.
  • sabão de coco – para limpeza em caso de picadas de animais peçonhentos.
  • lenços umedecidos – funciona como antibactericida, na higienização da pele, para limpar ferimentos.
  • relação dos itens do estojo, com indicação de data de validade e para checar se falta algo.
  • relação dos postos de atendimento para o caso de picadas de animais peçonhentos (fornecido pelo órgão de saúde local). exemplo: postos do estado do rio de janeiro, fornecido pelo instituto vital brasil.
  • emplastro salompas
  • alfinetes de segurança para prender ataduras.
  • repelente de insetos


Endereço: Rua Fernando Luz Filho, 112 - Teresópolis/RJ - CEP: 25954-195 (Não temos loja de fábrica) - CNPJ: 28.242.576/0001-84
Contato para atendimento: [email protected]
2019 © Trilhas & Rumos - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Otmiza Agência Digital