Dicas de Uso

Bússola: Seguindo um roteiro


Pode acontecer de um amigo lhe dar o roteiro de uma excursão que ele fez. Este roteiro pode ser apenas uma lista escrita, contendo azimutes, distâncias (ou tempos) ou pontos de referência. Ou pode ser um croqui, um tipo muito rústico de mapa, contendo linhas mal traçadas e azimutes. Seria bom se você pudesse comparar sua bússola com a do seu amigo. Assim saberia se há alguma distorção entre elas, o que não é incomum. Basta usar ambas as bússolas para fazer visadas a um mesmo ponto e anotar a diferença numérica e o sentido (leste ou oeste). Anote isto no roteiro, algo como: “A minha bússola marca 10 graus a mais (a leste) que a do Zé”. Marcar o curso é algo como fazer uma visada de obtenção de azimute, só a ordem das coisas é que mudam.

1) Ajuste o limbo para o azimute desejado.

2) Segure a bússola diante de você, com a mão esquerda e a direita por baixo (algo como a gente vê, na TV, os policiais fazendo ao apontar a arma. Só não precisa esticar tanto os braços).

3) Gire o corpo até que a agulha se sobreponha à seta-guia. Seu curso será para onde a Linha-de-fé estiver apontando. Um último conselho: escolha um região perto de sua casa e da qual você tenha um mapa, e vá lá durante alguns fins-de-semana e pratique. Obtenha azimutes, lance cursos, crie um roteiro e depois siga-o ao contrário. Pratique até tudo se tornar automático. Boas Trilhas



Endereço: Rua Fernando Luz Filho, 112 - Teresópolis/RJ - CEP: 25954-195 (Não temos loja de fábrica) - CNPJ: 28.242.576/0001-84
Contato para atendimento: [email protected]
2019 © Trilhas & Rumos - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Otmiza Agência Digital