Dicas e Roteiros

Carrancas: tranqüilidade e águas cristalinas em terras mineiras

Quem chega na pacata cidade de Carrancas, localizada a menos de 100 km das históricas e conhecidas SãoJjoão del Rei, Tiradentes e Lavras, pensa que chegou em mais uma, entre tantas cidades mineiras. a pracinha central, a igreja matriz… o cenário parece conhecido. Ninguém espera, entretanto, que nos arredores dessa cidade do sul de minas é possível encontrar mais de 56 cachoeiras de águas cristalinas, pinturas rupestres, trilhas ecológicas e grutas, além de uma rica manifestação cultural e religiosa.

Hoje Carrancas desponta com uma das principais cidades mineiras com vocação para o ecoturismo. e o que mais chama a atenção dos visitantes são as diferentes opções que o local oferece com seus atrativos naturais, que vai desde banhos em águas cristalinas, trilhas curtas e longas para caminhadas, passeios a cavalo, mountain bike e até mesmo vôo livre. Para hospedar-se, é possível ficar em confortáveis hotéis-fazendas, em pousadas ou em áreas de acampamento.

A origem do nome nada tem a ver com as carrancas usadas nas proas das embarcações, no norte e nordeste do país. Deve-se às escavações de garimpo na serra perto do vilarejo, onde eles descobriram duas grandes pedras que com o tempo ficaram com formato de duas carrancas, ou seja, duas “caras feias”. A tal serra recebeu o nome de Carrancas e com o tempo o povoado, fundado em 1720, passou a se chamar Nossa Senhora das Carrancas, depois Carrancas de Baixo, Carrancas de Cá e, por fim, simplesmente, Carrancas.

O clima em Carrancas é o tropical de altitude, ou seja, possui verões amenos e úmidos e os invernos frios e secos. As chuvas são mais freqüentes entre setembro e abril. A melhor época para visitar a cidade é entre janeiro e março quando as cachoeiras estão mais cheias e a temperatura da água é agradável. Sua vegetação é típica do cerrado e da mata atlântica.

Confira algumas opções de roteiro e reserve pelo menos três dias de sua viagem para conhecer esse pedacinho de paraíso

Complexo da Zilda – conta com cachoeiras, corredeiras, escorregadores, grutas, pinturas rupestres, enfim, um verdadeiro paraíso. Localiza-se a cerca de 12 quilômetros de Carrancas, onde se encontram algumas nascentes do rio Capivari. atrações: Cachoeira daZzilda, Escorregador da Zilda, Racha da Zilda (um cânion onde é possível mergulhar), Cachoeira dos Anjos, Gruta da Zilda e inscrições rupestres.

Complexo da Fumaça – composto por quatro cachoeiras, sendo elas, a da Fumaça, Fundo da Fumaça, de Cima da Fumaça e Véu da Noiva (esta com uma queda de 32 metros). No entanto, existem mais de dez outras cachoeiras próximas. as mais visitadas são as Cachoeiras de Luciano e da Serrinha, com suas piscinas naturais.

Complexo da Ponte – localizado a apenas 2 quilômetros da cidade, o Poço da Ponte é um dos locais mais freqüentados. Pouco acima, no Córrego da Cachoeira, encontra-se a Cachoeira do Salomão, uma ótima opção para os que querem um pouco mais de tranqüilidade. Também no Córrego Cachoeira, a Cachoeira do Moinho é um lugar bem calmo, com acesso por trilha leve.

Complexo das Bicas – envolta em exuberante mata nativa, a Cachoeira das Bicas impressiona com os seus quase 70 metros de queda. O alto das Bicas, na serra de mesmo nome, conta com um mirante onde se pode avistar várias cidades da região. Seu acesso é limitado por estar em propriedade particular. Atrativos: Cachoeiras do Paredão, das Onças, das Bicas (andorinhas), do Livre Arbítrio, do Turco, Gruta da Cortina, Gruta do Tatu, Broas, Serra da Pedra Furada e Serra Grande, e Poço Hosana.

Complexo Grão-Mogol – com cerca de vinte poços e muita história, a cachoeira de mesmo nome localiza-se no córrego Grão-Mogol, a 15 quilômetros da cidade, em uma antiga fazenda do século xvii. Outras atrações: Poço de Cânion, Lagoa Azul, Jequitibá, Cachoeira do Açude e Cachoeira do Salomão.

Complexo Vargem Grande – são apenas 1,5 quilômetro de caminhada até piscinas, duchas naturais e cascatas. A ponte pênsil dá um toque a mais de aventura para chegar a essa cachoeira. O acesso é pela estrada para Minduri, a 8 km de Carrancas. Atrações: Poço Esmeralda, Cachoeira Vargem Grande e Poço das Pedras.

Complexo da Toca – o principal atrativo, o Poço do Coração, são duas piscinas naturais, uma delas em forma de coração, corredeiras e um escorregador. Localiza-se a 3 km da cidade, pela estrada para Itutinga. O local também conta com um ótimo poço para mergulho. Atrativos: Escorregador da Toca, Monte Teta, Gruta da Toca, Poço do Coração e Poço do Coraçãozinho.

Carrancas com Trilhas & Rumos

Um acessório importante para quem vai explorar as diversas cachoeiras de Carrancas é uma mochila que tenha tamanho versátil o suficiente para ser usada nas caminhadas diárias. Uma boa sugestão é a Crampon 38, que possui bolso frontal e acesso pelo fundo, além de bolsos laterais para colocação de cantis e bolsinhos menores na barrigueira para coisas pequenas. Outra boa opção para caminhadas curtas é o Estojo Acqua, pochete leve, com suporte para duas garras de água e bolso interno para documentos. Outra alternativa é a mochila Crampon 15, perfeita para caminhadas curtas, mountain bike ou pequenas escaladas. tem compartimento para cantil flexível com saída e clip para mangueira de hidratação e capa de chuva embutida.

Outro acessório interessante para ser levado é a Bolsa Impermeável Coghlan’s. Ótima para proteger documentos, dinheiro, máquina fotográfica, mapas, fósforos ou qualquer objeto que deva ficar longe da água. Feita em pvc resistente, possui fechamento por sistema exclusivo e ainda acompanha um cordim de náilon. Não deve ser utilizada em mergulho.

Uma boa opção de vestuário é a camisa Sec Tec, que é feita em poliéster e seca rapidamente após lavar. Não deixa cheiro, é leve, compacta e não amarrota. Ótima para levar para ser usada nas caminhadas. Para agüentar os inesperados ventos, sugerimos o Corta-Vento Minuano, que é muito leve e compacto e indispensável para ter sempre no fundo da mochila.

Para os que vão acampar, uma boa opção é a barraca Bivak I Alumínio. Ela acomoda uma pessoa confortavelmente, com sua bagagem pessoal, e tem apenas 1,7 kg! para duas pessoas a melhor alternativa é a barraca Cota 2, que pesa 3,3 kg. Com formato iglu, seu novo modelo possui duas entradas e armações marcadas com sistema de cores para facilitar a montagem.

Dicas úteis

Como chegar – quem vem de belo horizonte, por lavras, deve seguir pela br-381 (são aproximadamente 295 km). De São Paulo, segue-se pela BR-381 até Lavras (cerca de 430 km). E para quem vem do Rio de Janeiro, BR-040 até Barbacena, e depois em direção a São João del Rey e Lavras (370 km).

Infra-estrutura – além de uma agência do Banco do Brasil e postos de atendimento da Caixa Econômica Federal e Bradesco, há também hospital, posto de saúde, destacamento da polícia militar.

Guias locais – os pontos turísticos ficam entre 2 e 17 km de distância. O acompanhamento por guias locais facilita o acesso e a obtenção de informações sobre os roteiros. Na praça da cidade (em frente à igreja) existe a central de guias.

Carnaval – em Carrancas ocorre um carnaval antecipado, quinze dias antes da data oficial do carnaval.

Estradas – os acessos para Carrancas são feitos por estradas de terra, apesar do bom estado de conservação, é muito importante dirigir com cautela nessas estradas.

Áreas privadas – quase todas as cachoeiras encontram-se em áreas particulares.

Período mínimo – para conhecer os principais atrativos, são necessários no mínimo três dias na cidade.


Compartilhe:

Endereço: Rua Fernando Luz Filho, 112 - Teresópolis/RJ - CEP: 25954-195 (Não temos loja de fábrica) - CNPJ: 28.242.576/0001-84
2021 © Trilhas & Rumos - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Otmiza Agência Digital