Destinos de Montanhismo


Fizemos uma lista básica só para te dar água na boca com alguns dos destinos de montanhistas no Brasil.
Mas atenção: o foco aqui é escalada. Então, equipe-se adequadamente e certifique-se de que não está esquecendo nada.
E o mais importante: ter experiência no assunto. Vamos escalar?

1 – Visual das Águas – Bragança Paulista – SP

A região de Bragança conta com várias opções para escalada: a Pedra Leite e Sol, o Guaraiúva e etc. Porém, o que apresenta as melhores vias e uma vista encantadora é o Visual das Águas; a começar pelo nome que recebe, pelo fato de estar ao lado da represa do rio Jaguari. Para acessar o Visual das Águas, é preciso ir por uma rodovia que fica a alguns km da entrada principal de Bragança.

Quem espera encontrar um tipo de escalada esportiva, não vai se decepcionar. As vias (vinte e oito no total) contam com um bom aproveitamento da parede. Conta-se que o local começou a ser desbravado por volta de 1980. Hoje, é um dos lugares mais procurados e interessantes da região.

Só indo mesmo para conhecer melhor, mas vale ressaltar que a via mais clássica do local é a Fenda do Maluf. E também é possível encontrar a uma das vias mais difíceis da região: a fenda do Francês.

2 – Pedra Grande – Atibaia – SP

Lugar belíssimo que confere o título de cartão-postal de Atibaia. São 1.450 metros de altitude que podem ser conquistados depois de algumas caminhadas e escaladas. Lá do topo é possível acompanhar também a partida de asas-delta e paragliders (o local também conta com voos duplos pra quem nunca saltou) que garantem um céu mais colorido para a região.

3 – Pico da Neblina – Santa Isabel do Rio Negro – AM

Fica na serra do Imeri (norte do Estado do Amazonas) e é o ponto mais alto do país com 2995,30 metros de altitude (segundo o IBGE em 2015). Já dá pra ter uma noção do que você vai encontrar por lá, não é?

O pico dá nome ao Parque Nacional do Pico da Neblina, já que é lá que está situado, e é também o ponto mais alto do Escudo das Guianas e da América do Sul.

Vale lembrar que nesse momento o Parque encontra-se fechado para a visitação, inclusive para acesso ao Pico da Neblina, devido ao turismo desordenado que a região recebeu nos últimos anos. Mas existe uma inciativa do ICMBio com o Ministério Público e a FUNAI para reabrir o local.

4 – Pedra de São Domingos – Serra da Mantiqueira – MG

Embeleza o horizonte do extremo sul de Minas, pois destaca-se imponente na Serra da Mantiqueira.
São 2050 metros de altitude que fazem da Pedra de São Domingos um dos pontos mais altos da região, com uma vista panorâmica de 360º que é, no mínimo, imperdível. É possível avistar, dependendo do horário do dia, as diversas cidades vizinhas que fazem limite com o local.

O caminho pode ser resumido em cerca de 20 km. Uma parte, de carro, e dali em diante, é preciso subir a pedra a pé. Em dias chuvosos, porém, evite a região.

5 – Pico do Cristal – Serra do Caparaó – MG

Esta serra fica na divisa entre o Espírito Santo e Minas. Lá, estão localizados alguns dos pontos pitorescos do país. São diversos os atrativos da região, que conta com o Parque Nacional do Caparaó. Mas há também – e principalmente – o Pico do Cristal, de 2770 metros, um dos mais difíceis do Parque. Montanhistas revelam que a descida também não é nada simples. Apesar disso, vale a pena o esforço!